Última hora

Em leitura:

Tribunal nega prisão de Timoshenko


Ucrânia

Tribunal nega prisão de Timoshenko

Yulia Timoshenko está livre. O tribunal de Kiev recusou o pedido dos procuradores para manter a antiga primeira-ministra ucraniana em detenção.

Timoshenko está a ser julgada por um alegado abuso de poder, nomeadamente no que toca aos contratos de fornecimento de gás com a empresa russa Gazprom.

Rússia

Rússia em chamas