Última hora

Última hora

George Lucas perde guerra dos capacetes

Em leitura:

George Lucas perde guerra dos capacetes

Tamanho do texto Aa Aa

Um fabricante britânico de reproduções dos capacetes usados pelos soldados do império na série cinematográfica “A guerra das Estrelas” ganhou uma ação judicial contra os estúdios de George Lucas.

Os advogados da Lucas Films exigiam que Andrew Ainsworth obtivesse uma licença para comercializar os capacetes no Reino Unido.

“No fundo é a história da luta de um só homem contra o poder de Lucas, uma organização com milhares de milhões de dólares. É difícil lutar contra grandes empresas. Os concelhos jurídicos que tive diziam que em 90% dos casos, quem tem muito dinheiro é que ganha”, disse o fabricante.

Durante uma longa batalha jurídica de cinco anos Ainsworth conseguiu provar que contribuiu para a conceção e fabrico dos capacetes quando foi produzido o primeiro filme da saga em 1977.

Mas, para a comercialização dos capacetes nos Estados Unidos, adivinha-se nova batalha. A decisão do Supremo Tribunal britânico só é válida para o Reino Unido.