Última hora

Última hora

Noruega: Polícia divulga mais 13 nomes das vítimas

Em leitura:

Noruega: Polícia divulga mais 13 nomes das vítimas

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia norueguesa divulgou quarta-feira os nomes de mais treze vítimas de Anders Breivik.

Doze estavam na ilha de Utoeya e a outra é uma das oito pessoas mortas em Oslo.

A mais nova das vítimas é Sharidyn Svebakk-Bohn, uma jovem de 14 anos nascida na Nova Zelândia, a viver na Noruega desde há muito tempo.

Segundo a polícia cerca de 200 mil pessoas reuniram-se segunda-feira em Oslo para prestar homenagem às vítimas dos atentados.

O primeiro-ministro prometeu a criação de uma

comissão independente para tirar conclusões dos ataques da passada sexta-feira.

“É necessária uma investigação profunda para retirarmos lições do pior ataque na Noruega desde a Segunda Guerra Mundial. Resolvemos chamar-lhe Comissão 22 de Julho”, disse Jens Stoltenberg.

O anúncio da comissão surge num altura em que a polícia está a ser criticada, particularmente pela alegada demora em chegar à ilha.

O chefe da equipa que deteve Breivik afirmou-se orgulhoso do trabalho dos seus homens.

“Movemo-nos num terreno acidentado onde era difícil obter uma perceção clara. Entrámos no bosque e de repente, diante de nós estava o atirador com os braços no ar”, destacou Jacob Bjertnaes.

Entretanto, Petter Stordalen, um multimilionário norueguês de 48 anos, ofereceu-se para tornar a ilha num refúgio para jovens democratas de todo o mundo, num de esforço para associar de novo a ilha à alegria, à união e ao otimismo.