Última hora

Última hora

Ofensiva contra a extrema-direita

Em leitura:

Ofensiva contra a extrema-direita

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia alemã desmantelou uma rede de extrema-direita no Estado de Baden-Württenberg.

As autoridades estão agora mais atentas à extrema-direita europeia, depois do massacre na Noruega. Em Estugarda, a polícia fez buscas e apreendeu armas, munições e computadores pessoais de 18 dos 21 suspeitos investigados, que pertencem a um grupo chamado “Standarte Württemberg”: “Estamos a investigar estes suspeitos desde março. Não há suspeitas de que haja uma ligação entre este grupo e a Noruega”, explica o porta-voz da polícia, Horst Haug.

Quem também nega ligações é o britânico Paul Ray, residente em Malta. Ray é o autor do blogue de extrema-direita “Lionheart” e é apontado como sendo o “Ricardo Coração de Leão” que Anders Breivik referia no manifesto: “O que ele fez não entra na nossa definição de luta contra a Jihad e contra a imigração. Não podemos aceitar o que ele fez nem usar esse ato para promover ideias ou objetivos políticos”

O autor do massacre na Noruega diz ter ligações a um grupo chamado Cavaleiros Templários, formado em Londres há cerca de dez anos. Paul Ray diz que não tem nada a ver com essa organização.