Última hora

Última hora

Cúpula militar turca demite-se em bloco

Em leitura:

Cúpula militar turca demite-se em bloco

Tamanho do texto Aa Aa

Sem apresentarem justificações, vários chefes militares turcos demitiram-se em bloco. Entre eles, o general Isik Kosaner, chefe do Estado-maior, e os comandantes do Exército, Marinha e Força Aérea.

Não estão claros os motivos desta demissão, mas tudo aponta para divergências com o Governo sobre a promoção de generais detidos e suspeitos de conspiração.

Atualmente, 42 generais estão presos por alegadas conspirações para derrubar o governo do Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP), no poder desde 2002.

O Exército quer que os militares beneficiem de uma promoção mesmo que estejam na cadeia à espera do fim do julgamento. Já o Governo quer que eles sejam reformados.

As demissões surgem na sequência de vários encontros recentes entre o chefe de estado-maior e o primeiro-ministro turco com o intuito de preparar o encontro do Conselho militar supremo (YAS), marcado para o início de agosto, e que decide as promoções na hierarquia militar.

A saída das chefias militares poderá ter um impacto mais alargado na Turquia, país com o segundo maior Exército da NATO.