Última hora

Última hora

Egípcios unidos em protesto na Praça Tahrir

Em leitura:

Egípcios unidos em protesto na Praça Tahrir

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de egípcios, a maioria islamitas, concentraram-se esta sexta-feira na Praça Tahrir, no Cairo, em clima de transição política após o afastamento do Presidente Hosni Mubarak.

Apoiado pela Irmandade Muçulmana, o protesto pretende demonstrar a unidade congregando também movimentos laicos que contestam há várias semanas a lentidão das reformas políticas.

“Estamos aqui para provar que somos um só. Precisamos de nos unir para avançar para eleições e depois empreender as ações necessárias para fazer a Constituição. Isto vai-nos conduzir a um Governo eleito por sufrágio, normal em qualquer país civilizado”, diz Mahmoud Ramadan, um dos manifestantes.

Mohamed Ashour acrescenta: “Apoio o protesto. A nossa voz deve ser ouvida. Quero dizer ao procurador Abdel Jalil Mahmoud que avance com o julgamento de Hosni Mubarak o mais rápido possível, porque já vem tarde.”

O antigo presidente egípcio Hosni Mubarak começará a ser julgado a 3 de agosto.

Alguns manifestantes temem que o processo seja adiado para evitar a humilhação pública de Mubarak.