Última hora

Última hora

Investigação polaca assume responsabilidade e sublinha erros russos

Em leitura:

Investigação polaca assume responsabilidade e sublinha erros russos

Tamanho do texto Aa Aa

A investigação polaca ao desastre de Smolensk que vitimou o presidente Lech Kazcynski outras 95 pessoas constatou que a Rússia também foi responsável, ao contrário do que foi sugerido pelo inquérito de Moscovo.

O relatório da investigação de Varsóvia foi publicado esta sexta-feira. Polónia e Rússia parecem estar de acordo com os inquéritos. O primeiro-ministro polaco deita por terra as teorias de conspiração.

Donald Tusk referiu que “as conclusões não vão ter o apoio dos entusiastas das conspirações radicais ou politicamente motivadas. Exclui a hipótese de atentado mas inclui aquilo que o inquérito russo não abordou”, sublinhou.

Muitos polacos acreditam de que a Rússia estaria por detrás do acidente de abril do ano passado e mostraram isso mesmo em frente à sede do governo.

A investigação polaca admite como principal causa uma preparação deficiente da tripulação para um voo nas condições meteorológicas que se faziam sentir. No entanto, sublinha que o sistema de luzes do aeroporto russo apresentava problemas e era inadequado, além de erros de orientação da torre de controlo.

O ministro da defesa polaco demitiu-se. A partilha de responsabilidades pode finalmente acabar com o fantasma da tragédia que ensombrava as relações diplomáticas polaco-russas.