Última hora

Última hora

Obama apela a acordo para evitar incumprimento

Em leitura:

Obama apela a acordo para evitar incumprimento

Tamanho do texto Aa Aa

Com o tempo a esgotar-se, o presidente dos Estados Unidos voltou a apelar a um acordo que permita ao país evitar o incumprimento. Barack Obama sublinhou que o objetivo do aumento do limite da dívida não é gastar mais, mas honrar os compromissos já assumidos.

“Precisamos de chegar a um acordo até terça-feira, para que o nosso país possa ter a capacidade de pagar as contas a tempo, como sempre fizemos. Contas que incluem pensões, benefícios dos veteranos e os contratos governamentais que assinámos com milhares de empresas. Peço, por isso, a todos os americanos para fazerem pressão, se quiserem um acordo bipartidário, um projeto de lei que possa passar nas duas câmaras do Congresso e que eu possa assinar, comuniquem com os membros do Congresso, façam uma chamada, enviem um e-mail, usem o Twitter, mantenham a pressão sobre Washington”, pediu Obama.

O principal motivo da discórdia é o aumento dos impostos, desejado por democratas, mas rejeitado por republicanos. Obama lembrou que um corte do rating da dívida significará um aumento da carga fiscal.