Última hora

Última hora

Polónia pública investigações à tragédia de Smolensk

Em leitura:

Polónia pública investigações à tragédia de Smolensk

Tamanho do texto Aa Aa

O acidente de Smolensk, que vitimou o presidente da Polónia Lech Kasczinsky no ano passado, foi originado por erros russos, mas houve uma grande responsabilidade do lado polaco. Esta é a conclusão da investigação de Varsóvia, cujo relatório foi publicado esta sexta-feira.
 
No momento do desastre, o avião voava a uma altitude muito baixa e a grande velocidade em condições meteorológicas adversas. No entanto, houve um fator importante para a tragédia.
 
“Não houve uma verdadeira cooperação entre os controladores aéreos russos e a tripulação polaca. O comando do controlo de voo afirmou inclusive que eles estavam no corredor certo e os tripulantes não suspeitavam que estavam a fazer algo errado”, adiantou o ministro do Interior durante a publicação do documento.
 
O sistema de luzes do aeroporto apresentaria problemas e seria inadequado, segundo as conclusões do relatório da investigação de 15 meses das autoridades polacas. A versão russa indicava apenas problemas do lado da Polónia.
 
A primeira consequência pela responsabilidade polaca foi a demissão do ministro da Defesa, Bogdan Klich.
 
No desastre de abril de 2010 nos arredores da cidade russa de Smolensk, morreram 96 pessoas, incluindo o Presidente e altas personalidades do Estado polaco.