Última hora

Última hora

Ancara nomeou novo chefe do Estado-Maior

Em leitura:

Ancara nomeou novo chefe do Estado-Maior

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente turco nomeou um novo chefe do Estado-Maior depois da demissão coletiva dos comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica.

Os militares renunciarm por divergências com o governo sobre a promoção de generais presos por suposto envolvimento em conspirações contra o governo.

Necdet Ozel é agora o novo comandante Geral do Estado Maior das Forças Armadas.

Quarenta e dois generais estão presos atualmente devido a diversas supostas conspirações para derrubar o governo do Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP), no poder desde 2002.

O Exécito deseja que esses militares possam inicialmente beneficiar de uma promoção mesmo que estejam na prisão à espera do fim de seu julgamento, enquanto o governo quer que eles sejam reformados.

Que razões levaram a esta demissão coletiva, é o que explica o correspondente da euronews em Istambul:

“Temos duas frentes neste problema, primeiro a luta clássica na Turquia entre o exército e a admnistração civil e segundo as crescentes críticas sobre o futuro do exército e a capacidade de derrubar o PKK o partido dos trabalhadores do kurdistão.

Os militare sempre tiveram problemas com a admnistração civil. Em 2002 quando o AKP chegou ao poder era já parte de um movimento político do qual o exército fazia parte, é por isso que AKP não se manteve com os militares.

Quando a formação decidiu assumir um quadro mais civil isso limitou muito a area de poder dos militares.

Depois da morte de 14 soldados nos últimos dias os generais foram o centro de todas as críticas.

Desde então o governo tenta abordar a profissionalização do exército. Por isso suponho que a próxima escolha terá em linha de conta esta ideia.”