Última hora

Última hora

Desastre mortal no rio Moscovo por excesso de pessoas a bordo

Em leitura:

Desastre mortal no rio Moscovo por excesso de pessoas a bordo

Tamanho do texto Aa Aa

Às portas de Moscovo, no rio com o mesmo nome, um barco de recreio colidiu com uma barca, durante a madrugada.

Sobreviveram 7 dos 16 passageiros e tripulantes do Andorinha, uma lancha privada, onde decorria a festa de aniversário de um cidadão turco. Segundo testemunhas, o Andorinha terá contornado várias vezes a outra embarcação, antes do embate.

Um membro do governo russo revelou que o proprietário da lancha já tinha sido sancionado “três vezes este ano, por exceder o número de passageiros permitido a bordo”.

Os sobreviventes declararam que o capitão do barco, que submergiu rapidamente, estava sóbrio e que assumiu o comando durante todo o percurso.

Há apenas três semanas, o naufrágio de um navio de cruzeiro no rio Volga, o Bulgária, provocou a morte de 122 pessoas.