Última hora

Última hora

Dívida dos EUA: republicanos rejeitam proposta democrata e viram-se para Obama

Em leitura:

Dívida dos EUA: republicanos rejeitam proposta democrata e viram-se para Obama

Tamanho do texto Aa Aa

A Câmara dos Representantes rejeitou a proposta democrata para aumentar o limite da dívida dos Estados Unidos, um dia depois de o Senado ter feito o mesmo com o projeto republicano.

A menos de três dias da data limite para que o país entre em situação de incumprimento, os dirigentes democratas acusam os republicanos de obstrucionismo.

O representante democrata Sander Levin diz que “este é um momento vergonhoso. O país quer um compromisso e o que [os republicanos] estão a fazer é a minar as hipóteses de um acordo”.

Os republicanos, por seu lado, mostram-se “confiantes” num compromisso com a Casa Branca e pedem a Barack Obama que se implique diretamente.

O líder da minoria republicana no Senado, Mitch McConnell, afirma que “todos sabem que se o presidente decidir chegar a um acordo, a maioria dos democratas seguirá o exemplo. Ele precisa de indicar aquilo que está disposto a assinar”.

Mas, depois de uma reunião com Obama, o líder da maioria democrata, Harry Reid, mostrou-se pessimista quanto a um entendimento próximo, frisando que “os republicanos recusam negociar de boa-fé”.