Última hora

Última hora

Presidente somali pede reforço de ajudas internacionais

Em leitura:

Presidente somali pede reforço de ajudas internacionais

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Somália pede um reforço da ajuda humanitária internacional para combater a fome que afeta milhões de pessoas no país.

O Corno de África enfrenta a pior seca das últimas décadas. A ONU diz que perto de quatro milhões de somalis não dispõem de alimentos e a crise deverá piorar.

Durante uma visita às suas tropas e a efetivos da União Africana, o presidente somali pediu um maior esforço da comunidade internacional e explicou que os militares “combateram rebeldes da milícia al-Shabab na capital, Mogadíscio, num esforço para assegurar as rotas de assistência às vítimas da seca”.

Centenas de milhares de somalis procuram refúgio no vizinho Quénia que, assistido pela UNICEF, lançou uma campanha de vacinação para tentar evitar a propagação de doenças.

Um avião com 30 toneladas de bens de primeira necessidade provenientes da Alemanha partiu de Londres para Nairobi. O destino final é o campo de refugiado de Dadaab, na fronteira com a Somália.