Última hora

Última hora

Regime sírio desencadeia ataques sangrentos antes do Ramadão

Em leitura:

Regime sírio desencadeia ataques sangrentos antes do Ramadão

Tamanho do texto Aa Aa

Ao início da manhã, os tanques irromperam pela cidade de Hama. A ofensiva contra o bastião dos rebeldes sírios assumiu um grau de destruição inédito desde a revolta em Março. Contam-se cerca de uma centena de mortos e o balanço pode aumentar drasticamente porque aos hospitais falta-lhes recursos médicos.

O regime do presidente Bashar al-Assad não ficou por aqui. Várias cidades foram invadidas pelos militares. Só em Deir al-Zor registam-se 19 mortos, mais uma dezena noutros locais.

O Observatório dos Direitos Humanos denuncia uma ação coordenada para aniquilar as bases dos insurgentes, antes do Ramadão, que começa esta segunda-feira.

Hama simboliza a oposição a Bashar al-Assad. As tropas cortaram o abastecimento de eletricidade e água em vários bairros. Os órgãos oficiais garantem que o ataque é uma resposta à atividade dos insurgentes, que terão levantado barreiras na cidade e incendiado esquadras de polícia.