Última hora

Última hora

Terrorista de Oslo quer a renúncia do rei

Em leitura:

Terrorista de Oslo quer a renúncia do rei

Tamanho do texto Aa Aa

Anders Behring Breivick, o autor do duplo atentado de 22 de Julho que fez quase 100 vítimas mortais, já falou várias vezes com a polícia e não se inibiu de reivindicar coisas tão impossíveis, como a demissão do Primeiro-Ministro ou a renúncia do rei da Noruega, Harald V.

Disse isto à polícia, durante a fase de inquérito preliminar. Como disse um porta-voz policial, por enquanto, tem falado à vontade:

“A conclusão final estará pronta dentro de algumas semanas. Vamos interrogá-lo várias vezes. Continuaremos na próxima semana. Começaremos uma fase mais detalhada, fazendo-lhe várias perguntas. Até agora, temo-lo deixado falar. De uma forma muito geral, podemos dizer que ele tinha outros planos, mas só estes dois foram bem sucedidos”.

Tem falado de tudo, menos dos membros das células a que pertence.

Mas como disse o responsável pela polícia, agora é que vai começar a fase de interregatório.

Sabe-se já que grande parte do material de guerra de que dispunha foi adquirido a um fornecedor inglês.

Será agora sujeito a exames psiquiátricos, para avaliar da sua imputabilidade.

Entretanto, as manifestações de solidariedade para com as vítimas vão-se multiplicando por toda a Noruega.

Muitos dos sobreviventes ainda não acreditam no que viram. Tudo lhes parece ainda um pesadelo.