Última hora

Última hora

Golpe no cartel de Ciudad Juárez

Em leitura:

Golpe no cartel de Ciudad Juárez

Tamanho do texto Aa Aa

Suspeito de liderar um cartel de tráfico de drogas no México, José Antonio Acosta Hernández fez o “mea culpa” e confessou ter ordenado o assassinato de 1500 pessoas no Estado de Chihuahua.

Conhecido como “El Diego”, o homem de 33 anos, foi preso na passada sexta-feira, acusado de chefiar o grupo “La Linea”, cujos elementos trabalham como assassinos para o cartel de Juárez.

Aliás, as autoridades suspeitam que Acosta planeou também o ataque que, no ano passado, matou uma funcionária do consulado norte-americano e o marido, em Ciudad Juárez.

Motivo pelo qual a justiça norte-americana quer julgar o homem que teve a cabeça a prémio, com uma recompensa do Governo mexicano de cerca de 1,2 milhões de dólares.

Próxima da fronteira com os Estados Unidos, Ciudad Juárez é considerada a cidade mais violenta do México, com mais de três mil assassinatos registados em 2010.