Última hora

Última hora

Israel: Funcionários municipais em greve

Em leitura:

Israel: Funcionários municipais em greve

Tamanho do texto Aa Aa

A vaga de contestação popular em Israel não dá sinais de abrandamento. Esta segunda-feira, grande parte dos municípios do país decretou uma greve de 24 horas.

Uma manifestação de solidariedade com os protestos de sábado e os acampamentos em curso para contestar o aumento em flecha dos alugueres das casas para habitação.

A greve coincide com uma outra convocada para esta tarde através das redes sociais, onde mais de 20 mil pessoas anunciaram que não irão trabalhar. Em Telavive prevê-se uma concentração para debater o conceito de “justiça social”.

A crise já originou a primeira baixa no Governo de Benjamin Netanyahu: o diretor-geral do Ministério das Finanças, Haim Shani.

A reposta do primeiro-ministro não se fez tardar com o anúncio da criação de uma equipa ministerial para negociar com os “indignados”, que conseguiram reunir mais de mil pessoas na maior manifestação do género na história do país.