Última hora

Última hora

Mundo muçulmano celebra Ramadão

Em leitura:

Mundo muçulmano celebra Ramadão

Tamanho do texto Aa Aa

O Ramadão começa esta segunda-feira na maioria dos países muçulmanos. Durante o mês de jejum os fiéis não podem comer, beber, fumar nem ter relações sexuais do nascer ao pôr-do-sol. Este é um dos cinco pilares do Islão e assinala a revelação do Alcorão a Maomé pelo arcanjo Gabriel.

Este é o primeiro Ramadão desde o início das revoltas populares nos países árabes. Muitos muçulmanos interrogam-se se o mês do jejum e da abstinência irá acalmar os ardores populares ou, pelo contrário, galvanizar as massas. Especialistas do Islão apontam para que esta última hipótese seja a verdadeira uma vez que ao nono mês lunar do calendário muçulmano está também associada uma imagem de sacrifício. Por isso em países como o Iraque foi reforçada a segurança. O medo dos atentados é crescente numa altura em que os mercados se enchem. É que, apesar do jejum diurno, o mês é de festa. As famílias reúnem-se ao pôr-do-sol para apetitosos repastos.