Última hora

Última hora

Cuba: Parlamento valida reformas económicas

Em leitura:

Cuba: Parlamento valida reformas económicas

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento cubano ratificou, esta segunda-feira, as reformas propostas pelo presidente Raul Castro para superar a crise económica.

As 300 medidas já tinham sido aprovadas em abril, no Congresso do Partido Comunista. Entre elas estão a abertura da economia à iniciativa privada e o corte de um milhão de empregos no setor público nos próximos cinco anos.

No parlamento, Raul Castro defendeu que é chegado o momento das reformas: “Limpemos das nossas mentes todo o tipo de disparates. Não se esqueçam que a primeira década do século XXI já acabou e chegou o momento.”

Raul Castro confirmou ainda que o governo vai diminuir as restrições às viagens ao estrangeiro. Até agora, os cubanos tinham de ter “carta branca” dada pelas autoridades e pagar cerca de 400 dólares pelos documentos para um salário médio inferior a 20 dólares.

Pela primeira vez desde os anos 60, os cubanos vão, também, poder comprar e vender carro e casa.

Outra medida emblemática, que altera a herança deixada por Che Guevara, é a limitação do trabalho voluntário às situações de catástrofe natural.