Última hora

Última hora

Árabes veem Mubarack no tribunal

Em leitura:

Árabes veem Mubarack no tribunal

Tamanho do texto Aa Aa

O julgamento de Hosni Mubarack extravasou as fronteiras do Egito.

Em todo o mundo árabe, as atenções prenderam-se às televisões, para assistir à primeira audiência do ex-ditador egípcio.

Na Tunísia, uma mulher diz que a liberdade também serve para isto, para julgar os tiranos:

“Chegou um dia que veio para pôr um fim à tirania, e trazer os autores à justiça. Espero que Mubarack seja punido, porque ele merece”.

E um homem acrescenta:

“Vejo que há justiça no Egito e espero que o exemplo se estenda a Ben Ali e que ele possa também ser julgado”

No Iémen, um país também com um processo político violento, também toda a gente quis ver o julgamento.

Sobretudo, porque pode ser um bom exemplo, para os futuros dirigentes. Eles ficam a saber que há uma justiça que os pode responsabilizar, se abusarem do poder.

Um iemenita diz que a justiça para os responsáveis políticos tem de se transformar numa prática comum:

“Se isto se transformar uma prática comum, com os presidentes, ministros e outros funcionários a serem julgados pelos seus crimes, isso será um bom desenvolvimento deste processo, porque significa que os titulares de cargos públicos serão responsabilizados pelas suas ações.”