Última hora

Última hora

Agrava-se crise humanitária

Em leitura:

Agrava-se crise humanitária

Tamanho do texto Aa Aa

Cotinuam a ser descobertas zonas de crise humanitária, sobretudo de fome, no sul da Somália.

Milhares de pessoas necessitadas, especialmente mulheres e crianças, chegaram a Mogadichio, a capital do país, nas últimas horas.

Vêm à procura de qualquer coisa de comer e beber que os salve de uma morte que parecia certa.

O Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas continua a fazer o que pode, na capital, embora no sul, as dificuldades continuem a crescer.

Foram, entretanto, descobertas mais três regiões junto à fronteira com o Quénia, onde a população não tem nada para comer.

Para tornear as dificuldades desta zona controlada pelas milícias anti-governamentais, as organizações humanitárias conseguiram transferir centenas de pessoas, para um campo de refugiados, na Etiópia.

Há três dias, tinham desencadeado idêntica operação para o nordeste do Quénia.