Última hora

Última hora

Violência aumenta no Afeganistão com o aproximar da saida das tropas da NATO

Em leitura:

Violência aumenta no Afeganistão com o aproximar da saida das tropas da NATO

Tamanho do texto Aa Aa

No momento em que as tropas da NATO se preparam para deixar o Afeganistão e se avança com a primeira fase de transição, a violência alastra pelo país.

Esta quinta-feira, um responsável pelos serviços de informações do Afeganistão foi assassinado,

na província de Kunduz, num ataque com viatura armadilhada.

A província de Kunduz está no centro de uma nova frente aberta pelos insurrectos no norte do país.

Entretanto, um membro da NATO foi assassinado a tiro por um homem vestido como polícia afegão e

quatro soldados italianos ficaram feridos na sequência de uma explosão, em Herat.

Ataques que vêm sublinhar os desafios que as forças da NATO terão de enfrentar para, até 2014,

entregar a segurança às forças afegãs.

Até ao momento, pelo menos seis militares da ISAF foram mortos este mês, e desde o início do ano o número já ascende a 340.

Em 2010, o ano mais mortífero, 711 militares estrangeiros foram mortos no Afeganistão.