Última hora

Última hora

Fome causa confrontos na Somália

Em leitura:

Fome causa confrontos na Somália

Tamanho do texto Aa Aa

 
 
Pelo menos dez pessoas morreram esta sexta-feira em Mogadíscio, a capital da Somália, num tiroteio entre o exército e homens armados que tentavam pilhar a ajuda alimentar destinada às vítimas da fome. 
 
A fome na Somália é cada vez mais devastadora. Todos os dias há centenas de refugiados a chegar à capital, na esperança de receberem um pouco da ajuda alimentar internacional, que não chega às zonas remotas do interior, as mais afetadas pela seca e pela fome.
 
Só nos últimos dois meses, Mogadíscio foi invadida por mais de 100.000 pessoas, vindas de todas as partes do país, segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados. Outras preferiram atravessar as fronteiras e refugiar-se em países vizinhos como o Quénia e a Etiópia.
 
Esta é a pior catástrofe dos últimos anos a atingir o Corno de África. Três regiões da Somália foram declaradas pelas Nações Unidas como estando em estado de fome.