Última hora

Última hora

Ucrânia: autoridades proíbem manifestações

Em leitura:

Ucrânia: autoridades proíbem manifestações

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades ucranianas proibiram a realização de manifestações de apoio a Ioulia Tymoshenko.

A medida foi tomada este domingo pelo tribunal administrativo na capital, Kiev.

A polícia começou igualmente a erguer barreiras metálicas frente às tendas erguidas pelos apoiantes de Tymoshenko no exterior do local onde a antiga primeira-ministra se encontra detida.

A próxima audiência do julgamento está prevista para segunda-feira.

O deputado ucraniano Victor Ukolov decidiu levar a luta para a rua.

“O tribunal decidiu cancelar quaisquer manifestações de rua, tanto para mim como para outros deputados. É por isso que decidimos montar as tendas. São escritórios temporários para receber pessoas e evitar formalidades”, disse Ukolov, membro do partido de Ioulia Tymoshenko.

Segundo a lei ucraniana, os deputados podem receber os seus constituintes onde quiserem e a polícia não os pode expulsar.

Ioulia Tymoshenko foi detida na sexta-feira durante uma audiência no tribunal. Tymoshenko é acusada de obstrução à justiça e de ter assinado com a Rússia um contrato para o fornecimento de gás natural pouco favorável à Ucrânia.