Última hora

Última hora

Mercados em fogo

Em leitura:

Mercados em fogo

Tamanho do texto Aa Aa

Crise nos mercados com as expectativas concentradas na abertura e no comportamento dos mercados europeus, ao longo desta segunda-feira.

O fim de semana foi de nervos, com os mercados asiáticos em queda. Espera-se agora que as garantias do Banco Central Europeu e do G-7 contribuam para acalmar os investidores.

Num comunicado publicado na noite de domingo, os ministros das Finanças e os Governadores dos Bancos Centrais do G-7 afirmam-se determinados a “agir de forma coordenada, sempre que seja necessário, para garantir a liquidez a estabilidade financeira e o crescimento económico”.

Um posição assumida depois do Banco Central Europeu ter garantido que continuaria a comprar títulos da dívida dos países da zona euro, em dificuldade.

Sarkozy e Merkel conversaram pelo telefone e depois subscreveram um apelo, prometendo o empenhamento conjunto de Paris e Berlim, na aplicação das decisões tomadas na cimeira europeia de 21 de Julho.

Espanha e Itália estão no cerne das preocupações, para defesa do Euro.

Os analistas esperam que a intervenção imediata do BCE contemple as dívidas de Espanha e Itália, comprando títulos, no mercado secundário.

Urgente é também é a reforma do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira que deve ser acelerada.