Última hora

Última hora

Cameron: "Criminosos vão ser responsabilizados"

Em leitura:

Cameron: "Criminosos vão ser responsabilizados"

Tamanho do texto Aa Aa

Londres acordou, esta terça-feira, envolta em fumo.

Os motins de durante a noite, a terceira consecutiva de incidentes, mergulharam as ruas da capital britânica num autêntico cenário de guerra.

Edifícios foram incendiados, lojas e veículos foram pilhados e vandalizados e um homem de 26 anos morreu, vítima de tiroteios.. Nas ruas o sentimento é de medo e revolta.

Os motins alastraram para outras cidades do país. Birmingham, Liverpool, Nottinham e Bristol foram também palco de violência.

David Cameron interrompeu as férias para presidir a um encontro do Comité Cobra, que é o organismo que lida com emergências civis. O primeiro-ministro garantiu que os “criminosos” serão julgados.

“450 pessoas foram detidas. Garantimos que todos os procedimentos e processos judiciais irão ser acelerados por isso, podemos esperar a mais detenções nos próximos dias. O governo está determinado em garantir que a justiça seja feita e que estas pessoas sejam responsabilizadas pelos seus atos”, garantiu.

O primeiro-ministro afirmou, ainda, que a partir desta noite, mais de 16 mil polícias vão garantir a segurança das ruas da capital.

O Parlamento interrompeu, também, as férias e reúne esta quinta-feira.