Última hora

Última hora

Motins de Londres alastram-se a outras cidades

Em leitura:

Motins de Londres alastram-se a outras cidades

Tamanho do texto Aa Aa

Terceira noite de violência em Londres. Vários prédios arderam esta noite na cidade, à imagem do impressionante fogo que tomou um edifício no oeste da capital.

Os motins alastraram-se do norte para outras zonas no sul, leste e oeste de Londres. Ealing, Camden, Chapham, Hackney, Peckham, Lewisham e Croydon são alguns dos bairros afetados.

Mas a vaga de violência já tomou outras cidades, como Liverpool, Birmingham, Manchester e Bristol.

O primeiro-Ministro, David Cameron, encurtou as férias em Itália para presidir, esta terça-feira, a um encontro do comité Cobra, organismo que lida com questões de segurança e violência extrema.

Nos últimos três dias, foram detidas cerca de 240 pessoas em Londres.

Em Liverpool, foram também incendiados carros e registados vários atos de vandalismo. Grupos de jovens lançaram garrafas, caixotes de lixo e outros projetéis contra a polícia.

Birmingham esteve também a ferro e fogo esta noite. Foram detidas pelo menos cem pessoas. Várias lojas foram atacadas e pilhadas.

A vaga de violência começou no sábado em Tottenham, no norte de Londres, na sequência da morte, na quinta-feira, de um indivíduo de 29 anos num incidente com a polícia.

O vice-primeiro-ministro, Nick Clegg, afirmou que a violência “não tem absolutamente nada a ver com a morte” do jovem. A ministra do Interior, Theresa May, classificou o que se está a passar como “pura delinquência”. Por sua vez, policía britânica culpou as redes sociais de espalharem a violência.