Última hora

Última hora

Itália: Governo quer reforçar austeridade a 18 de agosto

Em leitura:

Itália: Governo quer reforçar austeridade a 18 de agosto

Tamanho do texto Aa Aa

Em nome da consolidação orçamental, o Governo italiano quer adotar novas medidas de austeridade num conselho de ministros extraordinário, a realizar a 18 de agosto.

Esta quarta-feira, durante uma reunião com os parceiros sociais, o primeiro-ministro Silvio Berlusconi apresentou um plano para poupar mais 20 mil milhões de euros.

Um valor a somar aos 48 mil milhões previstos para um período de três anos, num plano adotado em meados de julho pelo parlamento. As medidas adivinham-se fortemente impopulares.

“Não queremos pagar pela crise. Terá de ser paga pelos bancos e pelo Governo, os responsáveis por esta situação”, denuncia Vincenzo Buttiglieri, sindicalista.

O novo pacote de austeridade ainda não foi divulgado. Até ao momento, foi anunciada apenas uma antecipação em um ano da reforma das prestações sociais.

No entanto, os meios de comunicação social transalpinos falam que o Governo está a preparar cortes nas reformas, um reforço do combate à evasão fiscal, a criação de um imposto sobre as grandes fortunas e um aumento do imposto para as residências secundárias.