Última hora

Última hora

Wall Street abriu no vermelho

Em leitura:

Wall Street abriu no vermelho

Tamanho do texto Aa Aa

As bolsas norte-americanas abriram em queda. Os investidores continuam receosos quanto à economia, depois de a Reserva Federal ter admitido um crescimento “consideravelmente mais lento” do que o esperado. Um cenário que levou a Fed a manter as taxas de juro perto de zero pelo menos até meados de 2013.

Na terça-feira, após o anúncio da Fed, a bolsa de Nova Iorque encerrou em alta. “Apesar desta subida salutar, ontem, o mercado deve continuar muito volátil, porque o crescimento vai continuar a ser tímido. A Reserva Federal admitiu-o ontem à noite. Portanto, num ambiente tão incerto podemos pensar que os investidores vão continuar extremamente nervosos, apesar destas declarações que foram antecipadas pelo mercado”.

As bolsas europeias estavam agora em queda, com exceção de Lisboa, que ganhava mais de 1%, impulsionada pelo setor energético.

O euro acentuava as perdas face ao dólar.

O preço do barril de petróleo continuava em alta, mas a descer para os 104 dólares em Londres e para os 80 dólares em Nova Iorque.