Última hora

Última hora

Bruxelas autoriza Espanha a colocar restrições a romenos

Em leitura:

Bruxelas autoriza Espanha a colocar restrições a romenos

Tamanho do texto Aa Aa

Com a maior taxa de desemprego da União Europeia, Espanha prepara-se para colocar restrições aos cidadãos romenos que queiram trabalhar no país.

O Executivo comunitário deu “luz verde” a Madrid para reintroduzir a exigência de autorização de trabalho até 31 de dezembro de 2012.

Uma exceção às regras europeias que permitem aos cidadãos trabalhar livremente no seio dos “27”.

A Comissão Europeia alertou que se vai manter “vigilante” para ter a certeza de que a medida não é “desproporcionada”.

“O aumento contínuo de residentes romenos em Espanha e o nível elevado de desemprego, que ronda os 30 por cento, têm tido impacto na capacidade do país em absorver novos fluxos de trabalhadores. É importante lembrar que as restrições não vão afetar cidadãos romenos que já estão inseridos no mercado de trabalho espanhol”, disse Chantal Hughes, porta-voz da Comissão Europeia para o Mercado Interno.

Madrid evoca “graves alterações do mercado de trabalho espanhol”. A economia nacional está sob forte pressão com o contágio da situação na Grécia.

A presidente da associação que representa os imigrantes romenos e moldavos em Portugal acredita que o país poderá vir a seguir os passos da vizinha Espanha.