Última hora

Última hora

França: Crescimento zero na economia

Em leitura:

França: Crescimento zero na economia

Tamanho do texto Aa Aa

Resultados publicados pelo Instituto Nacional de Estatística e Estudos Económicos, INSEE, relativos ao segundo trimestre sugerem estagnação no crescimento.

Os resultados indicam uma desaceleração relativamente ao período janeiro – março no qual o PIB cresceu 0.9%, o melhor valor em quase cinco anos.

Mesmo assim, o ministro francês das finanças, François Baroin, permanece otimista.

“Estou confiante porque as bases da nossa economia são sólidas. E porque é que são sólidas? Porque temos uma economia diversificada, o nosso sistema bancário é um dos melhores do mundo… mesmo apesar dos rumores. O rumor é uma víbora que assobia e pode morder. Se morde a perna a dor pode ser intensa depois passa mas o veneno fica”, disse.

Mesmo assim, o governo manteve em dois por cento o objetivo de crescimento para este ano. Na quarta-feira, o presidente Sarkozy ordenou uma nova ronda de cortes orçamentais a fim de manter o défice público sob controlo.

Esta sexta-feira, a França juntou-se à Itália, Espanha e Bélgica decretando uma proibição sobre a venda a descoberto de ações de determinadas instituições financeiras.