Última hora

Última hora

Mercados financeiros recuperam do susto

Em leitura:

Mercados financeiros recuperam do susto

Tamanho do texto Aa Aa

À semelhança do que aconteceu nas bolsas da Europa, Wall Street encerrou esta quinta-feira em alta de mais de 4%.

Foram os números encorajadores sobre os pedidos de desemprego nos Estados Unidos e a perspectiva da reunião entre Angela Merkel e Nicolas Sarkozy, para discutirem a governação económica que aliviaram a tensão.

Obama, por seu lado, não poupa esfroços para exportar as causas da crise. Num discurso no Michigan, o presidente americano afirmou:

“A Europa debate-se com todo o tipo de tumultos financeiros, que pesam sobre nós também. O trágico sismo no Japão afectou todas as economias do globo incluindo a nossa, quebrando as cadeias de abastecimento tão importantes para nós. Tudo isso foi um desafio ainda maior para a economia e como temos visto está a provocar fortes oscilações nos mercados financeiros – para cima e para baixo”.

Também as bolsas asiáticas seguiram a tendência em alta na abertura desta sexta-feira, com Tóquio a rondar 1% e Seul quase em 1,5%.

A expetativa é grande nos mercados mundiais para esta última sessão da semana, depois do susto de quarta-feira com as especulações sobre o risco sistémico dos bancos franceses e dos rumores de possível degradação da nota soberana de França.