Última hora

Em leitura:

Valorização do franço põe supermercados em "pé de guerra"


empresas

Valorização do franço põe supermercados em "pé de guerra"

Os supermercados suíços estão em pé de guerra com produtores de bens estrangeiros. Uma das maiores cadeias de distribuição helvética vai limitar a venda de certos produtos e pode ir mais longe. A sobrevalorização do franco suíço e a falta de correção cambial está a empurrar os clientes para a União Europeia.

O diretor de marketing e compras dos supermercados Coop, Juerg Peritz, diz ser “inaceitável que depois de meses de negociações os produtores de marcas internacionais na Zona Euro mantenham os lucros do câmbios inteiramente para eles próprios”.

Os supermercados ficam sem margem para baixar preços. Há mesmo a ameaça de de boicotar. Os consumidores apoiam a ação dos distribuidores mas querem mais.

Sara Staider da Defesa helvética do Consumidor diz que “os supermercados gostam de publicidade e o que é preciso é de facto uma ação concertada do setor com um apoio forte da comissão para a competição”.

O Banco Central da Suíça não discarta a hipótese de intervir ainda mais para estabilizar os preços dos bens. Uma das medidas em cima da mesa é a indexação do franco suíço ao euro.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

empresas

Lucro trimestral da Gold Fields aumenta 15%