Última hora

Última hora

Reunião franco-alemã para combater a crise da dívida

Em leitura:

Reunião franco-alemã para combater a crise da dívida

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente francês e a chanceler alemã reúnem-se esta terça-feira, dia em que se soube que a economia alemã quase estagnou no segundo trimestre. Ainda assim conseguiu superar a estagnação da França.

Numa altura em que os dois países tentam encontrar soluções para a crise da zona euro, o presidente do Banco Mundial diz que é muito cedo para uma ação conjunta do G20.

“Ainda temos governos soberanos que têm de tomar decisões na Europa. Eles fazem-no dentro de uma estrutura federal e será da responsabilidade de cada uma dessas entidades soberanas decidir como vão enfrentar não apenas os desafios de curto prazo, muitas vezes assistidos pelos bancos centrais, mas também de médio e longo prazo, e isso varia de acordo com cada mercado”, afirma Robert Zoellick.

O Banco Central Europeu comprou um montante recorde de dívida pública da zona euro na semana passada. 22 mil milhões de euros de obrigações de países como Portugal, Itália e Espanha.

Esta terça-feira, foi confirmado o abrandamento da economia espanhola, que avançou 0,2% no segundo trimestre, face aos três primeiros meses do ano.