Última hora

Última hora

Biden tenta tranquilizar Pequim

Em leitura:

Biden tenta tranquilizar Pequim

Tamanho do texto Aa Aa

Washington quer tranquilizar o maior credor dos Estados Unidos.

O vice-presidente norte-americano chegou, esta quarta-feira, à China a primeira etapa de um périplo pela Ásia de oito dias.

No topo da agenda está o endividamento dos Estados Unidos, muito criticado por Pequim.

O governo norte-americano afirma estar no bom caminho e, essa, é a mensagem que Joe Biden vai transmitir ao homólogo chinês, também apontado como sucessor do presidente, Hu Jintao, em 2013.

Mais que palavras, Pequim quer garantias de que Washington tem um plano sólido para reduzir o défice, sobretudo, depois da agência de notação financeira Standard & Poor’s ter cortado o rating dos Estados Unidos.

A relação económica entre os dois países ganhou força nos últimos anos. A China é o maior credor da dívida norte-americana. Os Estados Unidos o principal cliente das exportações chinesas.

O périplo pela Ásia do número dois do governo de Barack Obama, inclui uma passagem pela Mongólia e uma visita ao Japão.