Última hora

Última hora

Jogadores espanhóis mantêm greve para o início do campeonato

Em leitura:

Jogadores espanhóis mantêm greve para o início do campeonato

Tamanho do texto Aa Aa

Os campeonatos de futebol da primeira e segunda divisões espanholas têm o seu início comprometido.

Isto porque a Liga de Futebol Profissional (LFP) e a Associação de Futebolistas Espanhóis (AFE) não chegaram a acordo na reunião desta quarta-feira.

A Liga tem o início marcado para sábado e o campeonato da segunda divisão deveria começar na sexta-feira.

Em conferência de imprensa, o presidente da LFP, José Luis Astiazaran referiu que “ao convocar a greve a AFE esticou muito a corda e mostrou-se muito mais dura nas suas posições do que o que tem mostrado nas reuniões dos últimos dois meses.”

Para a AFE, a greve vai manter-se porque é a única maneira de defender os interesses dos jogadores, como explicou o membro da associação, Luis Gil.

“A greve vai manter-se. Esse é o desejo dos jogadores e nós temos que defender os seus interesses e como todos sabem estamos apenas a defender os seus direitos, previstos nos contratos. Ninguém está a pedir mais dinheiro.”

Na origem da greve estão as negociações do Acordo Coletivo, que já na época passada gerou polémica e ameaças de greve.

A associação dos jogadores exige o pagamento de todas as dívidas dos clubes aos jogadores, que diz ascenderem a 52 milhões de euros.