Última hora

Última hora

Mercados reagem mal às propostas para travar crise europeia

Em leitura:

Mercados reagem mal às propostas para travar crise europeia

Tamanho do texto Aa Aa

As principais praças europeias abriram a desvalorizar, depois de conhecidas as propostas do presidente francês e da chanceler alemã para travar a crise da dívida.

Angela Merkel e Nicolas Sarkozy fecharam para já a porta às obrigações europeias e rejeitaram o alargamento do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira.

Em contrapartida, sugerem a imposição de limites à dívida na Constituição dos países que usam a moeda única, a criação de uma taxa sobre as transações financeiras, mas não só

O presidente francês diz que uma das propostas passa pela criação de um governo económico na zona euro. Um governo constituído por um conselho de chefes de Estado e de governo que se deverá reunir duas vezes por ano ou mais se necessário.

No mercado cambial o euro desvalorizava, hoje, pelo segundo dia consecutivo, contra o dólar.

Na cimeira, os dois líderes disseram estar determinados a defender a moeda única, numa altura em que a economia europeia dá sinais de abrandamento e a crise do euro atinge países como a Espanha, Itália e a França. Resta, agora, saber como.