Última hora

Última hora

Agricultores franceses protagonizam nova revolução

Em leitura:

Agricultores franceses protagonizam nova revolução

Tamanho do texto Aa Aa

Os agricultores franceses tomaram a praça da Bastilha em Paris, para fazer uma nova revolução: vender fruta e legumes a preços acessíveis ao consumidor.

Os produtores contestam as regras de mercado que permitem às cadeias de distribuição obter elevadas margens de lucro.

Os agricultores dizem, ainda estar a ser vítimas de uma concorrência desleal devido aos preços praticados por produtores espanhóis e africanos.

“O governo deve assumir as suas responsabilidades. Enquadrar as margens da grande distribuição, definir um calendário para a importação – para que não se comprem fora os produtos produzidos no país – e criar uma taxa social de importação para reequilibrar os preços dos produtos importados com os nossos” afirma o secretário-geral da MODEF.

Em julho, os agricultores gauleses atacaram camiões de transporte provenientes de Espanha e destruíram centenas de quilos de frutas e legumes frescos.

Depois da crise do pepino provocada pela bateria, E.coli, os produtores dizem não ter condições para continuar. A feroz concorrência espanhola deixa pouco espaço de manobra aos agricultores franceses, que prometem novas ações de protesto.