Última hora

Última hora

Comissária sugere queixa da Síria ao TPI

Em leitura:

Comissária sugere queixa da Síria ao TPI

Tamanho do texto Aa Aa

A alta comissária de Direitos Humanos das Nações Unidas, Navi Pillay vai sugerir ao conselho de segurança que denuncie a repressão sangrenta das autoridades sírias ao Tribunal Penal Internacional.

Navi Pillay deverá fazê-lo esta quinta-feira, um dia depois de residentes em Latakia terem afirmado que centenas de pessoas dos bairros residenciais sunitas foram detidas e transportadas para um estádio local.

Latakia esteve 4 dias sob o assalto das forças armadas. Muitas famílias, incluindo palestinianos, terão fugido para Homs onde alegadamente 9 pessoas perderam a vida esta quarta-feira, às mãos dos militares, segundo movimentos sírios dos direitos do homem.

No mesmo dia o presidente Bashar al-Assad reuniu-se com militantes do seu partido Baas. Sobre os protestos e a repressão disse querer ver o fim dos ataques armados, mas garantiu que Damasco não se vai curvar perante à pressão internacional.