Última hora

Última hora

Líbano:Quatro membros do Hezbollah acusados da morte de Rafic Hariri

Em leitura:

Líbano:Quatro membros do Hezbollah acusados da morte de Rafic Hariri

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Internacional para o Líbano apontou quatro membros do Hezbollah como suspeitos de envolvimento no assassinato do ex-primeiro-ministro libanês, Rafic Hariri.

A justiça internacional quer julgar Mustafa Amine Badreddine, Salim Jamil Ayyash, Hussein Hassan Oinessi e Assad Assan Sabra.

O anúncio destes nomes provocou uma reação forte do líder do movimento radical xiita. Hassan Nasrallah defende que não há provas do que dizem os juizes e declara: “É claro que o tribunal é politizado e os membros da resistência acusados devem ser vistos como pessoas honestas e não como criminosos”.

A investigação conseguiu estabelecer o papel de cada um dos suspeitos na preparação do atentado.

Rafic Hariri foi morto na explosão de uma bomba à passagem da sua viatura, numa rua de Beirute, no dia 14 de Fevereiro de 2005.

O desaparecimento brutal de uma das figuras políticas mais influentes do país mergulhou o Líbano numa sequência de crises políticas que o aproximaram perigosamente de uma nova guerra civil.