Última hora

Última hora

Turquia homenagiou os 9 soldados mortos pelo PKK

Em leitura:

Turquia homenagiou os 9 soldados mortos pelo PKK

Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia prestou esta noite homenagem aos nove soldados que morreram, quarta-feira, nos ataques militares, provocados pelo PKK – Partido dos Trabalhadores do Curdistão.

Ao mesmo tempo, os turcos lançam uma nova estratégia de retaliação aos ataques dos rebeldes, que defendem a criação de um estado turco independente.

“Chegamos a um ponto em que a boa fé não foi solução. Esta operação na montanha de Qandil é, primeiro que tudo, importante psicologicamente, mas é também importante a nível estratégico, uma vez que é um lugar onde o PKK – Partido dos Trabalhadores do Curdistão – tem recursos humanos e operacionais”, afirma Mesut Ulker, analista militar, acrescentando que, “a Turquia é uma “estrela em ascenção na região”.

O Irão, a Síria e algumas forças externas estão muito empenhadas em parar aquele país. E o PKK, como uma organização armada, tem sido usado como uma ferramenta por estas forças”.

Esta noite, as forças turcas lançaram novo ataque aéreo, com cerca de 16 F-16 em direcção ao monte Qandil, onde se encontra um centro de comando do PKK.

“A opinião dos especialistas é que a reacção da Turquia aos ataques do PKK não vai parar com os ataques aéreos. E há uma forte possibilidade de ataques junto à fronteira do Iraque”, Bora Bayraktar, Euronews, Istambul.

Já há mais de um ano que a Turquia não voltava aos ataques contra o PKK.