Última hora

Última hora

Repetem-se os protestos no dia em que Papa Bento XVI chega a Madrid

Em leitura:

Repetem-se os protestos no dia em que Papa Bento XVI chega a Madrid

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro dia da visita de Bento XVI a Espanha ficou marcado pela continuidade dos protestos.

Depois de na quarta-feira manifestantes do lado laico terem feito frente aos peregrinos das jornadas mundiais da juventude.

Esta noite, um grupo de 150 manisfestantes anti-papa, que permanecia junto à Porta del Sol, foi afastado pelas autoridades espanholas.

Os distúrbios já causaram 11 feridos.

Ao mesmo tempo, através das redes sociais, um grupo de gays e lésbicas organizou um beijo-público junto à Calle Serrano por onde passaria o papamóvel, mas não sortiu efeito.

Um cordão polícial impediu os manifestantes, obrigando-os a dispersar. Apesar disso, cerca de 50 levaram a sua adiante perante os policiais, na praça Colon, a menos de 1 quilómetro da cerimónia oficial conduzida por Bento XVI.