Última hora

Última hora

Roubo da Mona Lisa do Louvre foi há 100 anos

Em leitura:

Roubo da Mona Lisa do Louvre foi há 100 anos

Tamanho do texto Aa Aa

Faz este domingo 100 anos que o famoso quadro de Leonardo Da Vinci, Mona Lisa, foi roubado do Louvre, em Paris.

As autoridades demoraram dois anos a encontrar uma das mais preciosas pinturas da história.

O quadro foi roubado por um italiano, Vicenzo Peruggia, que na altura afirmou ter roubado o quadro por uma questão de patriotismo.

Um patriotismo que está ainda bem vivo na localidade italiana de Dumenza, de onde é originário Vicenzo Peruggia.

O seu neto conta que “ele roubou a Mona Lisa porque queria fazer algo visível contra o facto de Napoleão ter roubado bastantes obras de arte de Itália.”

Pintor de construção civil, Peruggia foi condenado a um ano e quinze dias, mas um recurso permitiu-lhe ver a pena reduzida para pouco mais de sete meses. Em Dumenza ainda hoje é visto como um herói nacional e nas paredes da sua casa há uma placa comemorativa do roubo.

Renato Tosi é de Milão, mas está a passar férias em Dumenza e acredita “que a Mona Lisa ainda está algures na região italiana, escondida por baixo de uma mesa, e que os franceses têm apenas uma cópia. É uma ideia louca, mas ficaria contente se fosse esse o caso.”

Fica então em aberto mais um enigma sobre o quadro de Leonardo Da Vinci, pintado entre 1502 e 1506. Se calhar é este mesmo enigma que ainda hoje está na origem do sorriso de Lisa Gherardini, no mínimo… enigmático.