Última hora

Última hora

Bashar al-Assad diz-se tranquilo quanto ao contexto sírio

Em leitura:

Bashar al-Assad diz-se tranquilo quanto ao contexto sírio

Tamanho do texto Aa Aa

Na quarta intervenção na televisão estatal, desde que rebentou a revolta na Síria em Março, era esperada uma maior moderação por parte de Bashar al-Assad.

Afinal, vários líderes ocidentais, incluindo Barack Obama, têm agravado o tom nos apelos ao afastamento do presidente sírio, aumentando as sanções contra o seu regime.

Mas Bashar al-Assad não desarmou nesta última entrevista. Pelo contrário, afirmou que os avisos externos “não têm qualquer valor”, defendendo-se com o facto de ter sido escolhido pelo povo e não “fabricado pelos Estados Unidos”.

O chefe de Estado sírio diz não estar preocupado com a situação atual do país, que considera perfeitamente “controlável”.

Isto apesar dos múltiplos confrontos entre lealistas e forças rebeldes. A ONU conta mais de duas mil vítimas mortais depois da insurgência.

Bashar al-Assad relembra que a Síria vai a eleições no próximo mês de Fevereiro e que a representatividade de outros partidos, que não o Baas, estará assegurada.