Última hora

Última hora

NATO disposta a continuar na Líbia

Em leitura:

NATO disposta a continuar na Líbia

Tamanho do texto Aa Aa

Uma transição pacífica e imediata de poder na Líbia. É o apelo lançado pelo secretário-geral da NATO.

A Aliança Atlântica diz estar disposta a continuar no terreno para trabalhar com o povo líbio e com o Conselho Nacional de Transição.

“O regime de Kadhafi está a desintegrar-se. E quanto mais cedo perceber que não pode ganhar a batalha contra o seu próprio povo, melhor. Para que a população seja poupada a mais derramamento de sangue e sofrimento. O povo líbio sofreu muito durante as quatro décadas de regime. Agora tem a oportunidade de recomeçar. Uma oportunidade para que as ameaças contra civis acabem como exige o Conselho de Segurança das Nações Unidas. É tempo de criar uma nova Líbia. Um Estado assente na liberdade e democracia. Não no medo e na ditadura. Esta é a vontade de todos e não, apenas, de alguns” afirma Anders Fogh Rasmussen.

A intervenção da NATO na Líbia inicialmente prevista para durar 90 dias, acabou por ser prolongada até ao final de Setembro.

Uma missão polémica, carimbada pelo Conselho de Segurança da ONU com o objetivo de proteger a população.