Última hora

Última hora

Rebeldes ocupam complexo de Khadafi

Em leitura:

Rebeldes ocupam complexo de Khadafi

Tamanho do texto Aa Aa

Era uma fortaleza inabalável, mas os rebeldes líbios conseguiram invadir o complexo residencial de Muammar Khadafi, em Trípoli. 
 
Esta tomada de assalto ao quartel-general do regime pode significar que o conflito está a chegar a um desfecho. Há relatos de tiros de festejo, depois de os insurgentes terem forçado uma das entradas do bastião e conseguido a rendição das tropas que o protegiam.
 
O paradeiro do líder líbio é ainda um ponto de interrogação. O ditador anunciou repetidas vezes que não saíria do país, ficando por saber se se encontrava no complexo residencial, no momento da investida insurgente.
 
Há três dias, os rebeldes entraram em Trípoli, tendo chegado rapidamente ao domínio de grande parte da cidade. A ofensiva logo se concentrou no complexo de Bab al-Azizyia, com o apoio das investidas aéreas da NATO.
  
Apesar de pairar no ar a palavra revolução, Saif al-Islam Khadafi, filho do ditador, compareceu perante os jornalistas, esta madrugada, para afastar os rumores sobre a sua fuga. Saif al-Islam assegurou que o regime não vai cair e que, pelo contrário, o governo vai desmantelar as investidas rebeldes. Mas este é um cenário cada vez menos provável.
 
Na parte este do país, os insurgentes assumiram o controlo do porto de Ras Lanuf, ponto fulcral na produção petrolífera da Líbia, assinalando o alargamento considerável do domínio territorial da oposição.