Última hora

Última hora

Governo chileno desvaloriza efeitos da greve geral

Em leitura:

Governo chileno desvaloriza efeitos da greve geral

Tamanho do texto Aa Aa

O Chile prepara-se para o segundo dia de greve geral, depois de uma jornada intensa de protestos e confrontos um pouco por todo o país.

Os estudantes continuam a ser os timoneiros da mobilização, seguida por vários sindicatos, contra o governo de Sebastian Pinera.

As autoridades usaram gás lacrimogéneo e canhões de água para dispersar as concentrações. Mais de 30 pessoas foram detidas e registam-se cerca de uma dezena de feridos, a maior parte dos quais polícias.

Apesar das barricadas e dos cortes no trânsito, o governo assegura que a situação permanece numa relativa normalidade.

Os grevistas pretendem a descida de impostos, entre outros. Os estudantes exigem um ensino público com maior qualidade e tendencialmente gratuito.