Última hora

Última hora

Incidentes marcam dia de greve e protesto no Chile

Em leitura:

Incidentes marcam dia de greve e protesto no Chile

Tamanho do texto Aa Aa

As primeiras horas da greve de dois dias convocada pelos sindicatos do Chile ficaram marcadas por incidentes em várias cidades do país.

Em Santiago, grupos de manifestantes ergueram barricadas e interromperam o trânsito, nalgumas ruas, em protesto contra as políticas do presidente Sebastian Pinera.

Onze pessoas ficaram feridas e as autoridades detiveram vários manifestantes.

O Chile é palco de um forte movimento de contestação estudantil. Os protestos começaram há três meses. Os estudantes exigem um sistema de educação gratuito e de qualidade.

Apesar do PIB ter aumentado 6% no último ano, uma parte da população sente-se excluída do progresso económico chileno.

Sebastian Pinera chegou ao poder há 17 meses e lidera o primeiro governo de direita do país desde 1990.