Última hora

Última hora

Socialistas ponderam contributo de DSK

Em leitura:

Socialistas ponderam contributo de DSK

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de meses de incerteza, as autoridades judiciais norte-americanas decidiram arquivar o processo contra o antigo chefe do FMI, Dominique Strauss-Kahn.

A notícia foi bem recebida pelo partido Socialista francês que ainda há poucos meses via no antigo chefe do FMI um potencial candidato às eleições presidenciais do próximo ano.

Mesmo assim, para um dos candidatos socialistas, François Hollande, a colaboração de Strauss-Kahn na campanha presidencial não está colocada de parte.

“Cabe a ele dizer-nos como e de que forma poderá contribuir. E cabe-nos a nós no âmbito da campanha presidencial assegurar que aproveitamos todos os talentos para servir a França da melhor forma”, afirmou François Hollande.

Agora que o capítulo norte-americano deste caso está encerrado, o regresso de Strauss-Kahn a França poderá abrir outra frente de combate.

Aqui, Strauss-Kahn enfrenta acusações de agressão sexual por parte da escritora e jornalista Tristane Banon.