Última hora

Última hora

Rebeldes líbios reclamam fundos

Em leitura:

Rebeldes líbios reclamam fundos

Tamanho do texto Aa Aa

Terminado o braço-de-ferro entre Khadafi e os rebeldes na Líbia, chegou a altura de iniciar a reconstrução do país.

Representantes do Conselho Nacional de Transição reuniram-se na quarta-feira em Doha no Qatar com elementos do Grupo de Contato sobre a Líbia.

Os rebeldes pretendem ver desbloqueados bens líbios congelados no estrangeiro assim como um auxílio de emergência no valor de 3,5 mil milhões de euros.

No encontro participaram ainda os Estados Unidos, a França, Grã-Bretanha, Itália, Turquia e Alemanha.

Igualmente na quarta-feira, numa conferência de imprensa em Paris, dada em conjunto com Mahmoud Jibril, do Concelho Nacional de Transição líbio, o presidente francês, Nicolas Sarkozy, anunciou a realização no dia 1 de setembro de um encontro internacional para discussão do auxílio à Líbia.

Esta quinta-feira, o Conselho de Segurança da ONU vota uma proposta de resolução destinada a desbloquear bens líbios congelados no estrangeiro.